Postagens

Uma pequena reflexão sobre os dias atuais

A Igreja só terá um respeito mais “universalizado” quando ela mesma for exemplo para todos. Enquanto se quiser passar por “legalista”, não passará de um poder humano como outro qualquer.
E o poder humano do qual falo é como ele é: passível de falhas brutais.
A maior e mais eficaz “conversão” que a religião pode fazer é pelo exemplo; não pela força – quer seja da Lei, quer seja das “homilias” odiosas.
A Igreja, enquanto Comunidade que é, não pode forçar alguém a seguir seus preceitos. Deve, antes de tudo, ser o espelho, para que o acolhimento se faça possível por espontaneidade de quem a procurar.
Se o mundo está nas Trevas, como defende, que ela se torne Imaculada para receber aqueles que, cansados da mundaneidade, escolherem o Caminho de Perfeição.
O mundo de hoje não é mais o mundo dos primeiros séculos do cristianismo. Nem a força o fará assim.
Os valores contemporâneos, por mais que discordemos de muitos deles, são outros. A Igreja deve se preocupar com a sua Santidade, para permanecer …

Uma breve reflexão sobre amar

Sobre a companhia necessária

Do que é preciso se livrar

Uma questão de vida